Mensagem

Bem-vindo! Ao lado direito do texto desta página, pode-se observar o líder da matilha "Lupinos de RHER" e uma lista de músicas divididas em categorias que pode escutar enquanto permanece na página. A esquerda, o contador com o número total de visitantes que o líder já recebeu aqui, os lobos membros da matilha (ou seja, os seguidores deste blog) e o arquivo deste blog, que está ativo desde 01/08/2010. Abaixo do conteúdo do blog estão os meus animais de estimação virtuais (por favor, alimente-os). Se gostou daqui, por favor faça parte desta família de lobos inteligentes e nos indique a seus amigos: rherwolf.blogspot.com.

15 de abr de 2011

História: o Passado de Kitania

Olá pessoal. Infelizmente, estou numa época de falta de inspiração e já faz mais de dois meses que não posto. Para não deixá-los sem nada, ainda que fuja um pouco do foco do blog, contarei a história de uma terra fictícia chamada Kitania, numa era em transição da medieval para a moderna. O autor sou eu e espero que gostem. Cuidado com os direitos autorais!   :D

No continente de Kitania, as pessoas viviam calmamente. Poucos conflitos ocorriam. Os guerreiros eram rudimentares e não possuíam avançadas técnicas e equipamentos. Um dia, criaturas desconhecidas começaram a aparecer no continente. Uma vila era invadida, logo depois outra e as aberrações não paravam de surgir pela terra.

Cada vez mais guerreiros perdiam suas vidas. Restavam apenas crianças, mulheres, idosos e outros indefesos, que se escondiam em volta das ruínas de suas vilas até que os poderosos seres fossem embora. Foi o pior caos de toda a história de Kitania! Mesmo que todos estivessem rezando por uma salvação, muitos não tinham mais a esperança em seus corações... apenas terror.

Perdas com a destruição, fome ocasionada pela incapacidade de cultivar e caçar, insegurança e muita vontade de morrer para ir a um lugar melhor. Eis a pesada atmosfera daquela terra. Qualquer erro era mortal!

Aparentemente, as preces foram atendidas. Em outro continente, havia muita prosperidade, tecnologia, navegação, técnicas bem avançadas de batalha e muito mais conhecimentos inimagináveis para os habitantes de Kitania. Em busca de novos horizontes, navegaram e descobriram este primitivo continente. Logo que encontraram a primeira vila, viram guerreiros mortos, ruína e monstros assassinos. Nunca observaram uma cena dessas!

Felizmente, foram capazes de matar as criaturas malignas sem perdas humanas e os poucos moradores que restaram saíram de seus esconderijos. De tão surpresos, não conseguiam acreditar no que viam. Era a salvação! Criaturas que soldados kitanianos não derrotavam foram facilmente abatidos pelos colonizadores, que foram louvados como verdadeiros filhos de Deus. Mesmo que não fosse a intenção, estes tiveram gosto pela veneração.

O líder dos navegadores ficou revoltado ao saber que mais aldeias indefesas e seus inocentes moradores estavam desaparecendo por culpa dos assombrosos seres. Os bravos homens decidiram espalhar-se pelo continente. Assim, houve um choque de culturas, unindo mitologias de Kitania e conhecimentos estrangeiros. Um novo povo, um novo sistema e uma nova vida surgem.

Até hoje, os cargos de guerreiros e seus auxiliares são os mais respeitados porque é importante e perigoso manter o controle da população dessas criaturas obscuras que, misteriosamente, não paravam de surgir. Era como se houvesse uma ilimitada fonte deles em um ou vários lugares no continente. Além de pesquisas cientificas em busca de avanços, trabalhava-se arduamente na investigação que levará à fonte de todo o mal. Esta é a luz de um novo futuro, o horizonte que se revelará na caminhada rumo ao amanhã!